Dirigente descarta a opção de Dudu voltar ao Vitória


Nesta sexta-feira de acordo o site lance, o jogador, agora com 35 anos e com pouca lenha para queimar, manifestou desejo de novamente defender as cores do Vitória no Campeonato Brasileiro da Série B. No entanto, ainda segundo o site carioca, o desejo não encontrou reciprocidade do Vitória
Segundo vice-presidente do clube, Francisco Salles, o Vitória possui muitas opções para a posição de volante e, por isso, um retorno de Dudu Cearense está, por ora, descartado. O dirigente afirmou que o Leão possui necessidades de contratações para outras posições do campo.
Após despontar no Vitória em 2001, Dudu Cearense foi vendido ao Kashiwa Reysol (Japão), em 2004. Depois rodou por Rennes (França), CSKA Moskva (Rússia), Olympiacos (Grécia), Atlético Mineiro, Goiás, OFI (Grécia), Maccabi Netanya (Israel), Fortaleza e Botafogo. Estava no Fogão desde 2016 e ao todo, entrou em campo 48 em 3 anos, marcando 2 gols. Esse ano entrou em campo 7 vezes.
Pelo Leão, Dudu foi campeão baiano (2002 e 2003), além de ter conquistado a Copa do Nordeste em 2003. Acumula ainda no seu currídulo um título do Campeonato Mineiro pelo Atlético-MG em 2012, além de dos títulos cearenses pelo Fortaleza (2015 e 2016) e um Carioca pelo Botafogo em 2018. Fora do país, também levantou taças, sendo bicampeão do Campoenato Grego e uma vez da Copa da Grécia. Na Rússia, foi bicampeão do Campeonato Russo (2005-2006), da Supercopa da Rússia (2006-2007) e da Copa da Rússia (2005/06 – 2007/08).

Enviar um comentário

0 Comentários