PEGOU MAL O ATRASO DOS SALÁRIOS DO PLANTEL DO VITÓRIA


O VITÓRIA sempre foi considerado pelos atletas profissionais brasileiros como um clube "bom pagador" o que era um atrativo, porém infelizmente no episódio em que o atleta Léo Gomes foi o personagem central entrando na Justiça do Trabalho contra o Esporte Clube Vitória cobrando salários atrasados e direitos de imagem, além de pedir a rescisão de seu contrato com o clube, expôs as mazelas administrativas que vêm acontecendo dentro do clube. 

Mazelas estas que não são apenas do atual Presidente, o sr. Ricardo David, mas de pelo menos das três últimas gestões numa sequência lamentável de erros de planejamentos estratégicos o que levou a dezenas de contratações equivocadas (como: dezenas de atletas, treinadores, diretores de futebol, gerente de futebol etc), num  derrame de dinheiro sem fim, levando alguns presidentes à renúncia, e consequentemente, a convocação de eleições gerando desgastes no ambiente interno do clube, que fatalmente acabava influenciando dentro de campo.

Não poderíamos deixar de citar neste momento, o esforço do presidente Ricardo David (que fez a 'mea culpa') em tentar reorganizar a administração dentro desta nova realidade orçamentária do clube, tentando colocar os pés no chão e
conduzir o VITÓRIA de volta à Serie "A".

Pelo menos isso.

Enviar um comentário

0 Comentários